124672 pessoas já abraçaram esta causa clique aqui e entre nessa história.

ViraVida

Notícias e Releases

ANADEP inicia campanha contra a redução da maioridade penal

23 MAR

Na próxima terça-feira (24), a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados promoverá audiência pública para discutir a admissibilidade da proposta de emenda à Constituição (PEC 171/93 e 38 apensadas) que determina a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos no país.

A ANADEP, por sua vez, afirma sua posição contrária à aprovação da proposta. “O Brasil passou a visualizar a criança e o adolescente como sujeitos de direitos, como pessoas em condição peculiar de desenvolvimento e por isso destinatárias da proteção integral que é dever de todos e única prioridade absoluta no texto constitucional. Nessa linha, é plasmado que toda a pessoa menor de 18 anos de idade merece a proteção do Estado, da família e da sociedade, uma norma inegavelmente garantidora de direitos a todos que possuem de 0 a 18 anos incompletos”, destaca a Associação Nacional em nota. Para ler a nota na íntegra, clique no link ao lado: http://www.anadep.org.br/wtksite/grm/envio/1908/NOTA_T_CNICA_REDU__O_DA_MAIORIDADE_PENAL.pdf.

Para a ANADEP, rebaixar a idade penal ou ampliar o tempo de internação dos adolescentes que cometeram atos infracionais em instituições não diminui o índice de violência.

Entenda: A CCJ debateu o tema nesta terça-feira (17) e vários deputados falaram a favor e contra a medida. O deputado Luiz Couto (PT/PB) chegou a ler seu relatório contrário à admissibilidade do texto, mas um pedido de vista conjunto impediu a análise da matéria.

Autor de um dos requerimentos para a realização de audiência, o deputado Alessandro Molon (PT/RJ) entende que é preciso uma reflexão maior sobre os impactos e a eficácia da medida para o controle da criminalidade e reinserção social dos infratores. Ele sustenta ainda que há dúvidas quanto à constitucionalidade de propostas desse teor.

O requerimento de Molon propõe ouvir representantes de diversas entidades da sociedade civil e especialistas sobre o assunto.

Fonte: Associação Nacional dos Defensores Públicos (ANADEP).

23/03/2015 às 14:12:21