124672 pessoas já abraçaram esta causa clique aqui e entre nessa história.

ViraVida

Participe

Não fique indiferente quando se deparar com uma situação de violência sexual contra crianças e adolescentes!

Não permita que isso aconteça do seu lado!

Conheça as vias para combater este grave problema.

Você não deve intervir diretamente quando identificar uma situação de abuso ou exploração sexual de crianças e adolescentes. O procedimento correto é fazer uma denúncia pelo Disque 100 – Disque Denúncia Nacional de Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, disponível em todo o País, ou buscar o Conselho Tutelar ou um Conselho Municipal de Defesa de Direitos da Criança e do Adolescente em sua cidade.

A denúncia é um importante instrumento de intervenção da sociedade no sentido de coibir a prática do abuso e da exploração sexual de crianças e adolescentes. O Disque 100 funciona diariamente, das 8 às 22h, inclusive nos finais de semana e feriados. Qualquer pessoa pode utilizar o serviço – adultos, crianças e adolescentes – e é garantido o anonimato.

Para denunciar, você também pode entrar em contato com:

  • Polícia Militar – 190
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Delegacias especializadas ou comuns
  • Disque denúncias locais
  • Delegacias de Polícia
  • Polícia Federal

Você pode seguir o seguinte passo a passo nessa abordagem:

  • Primeiro, procure conhecer a história de vida daquela criança ou adolescente;
  • Leve em conta o ponto de vista da menina ou menino;
  • Faça com que ela ou ele se sinta acolhida/o e protegida/o;
  • Não rotule e procure a maior clareza para ajudá-la/o a entender o que há de inadequado naquela conduta e/ou comportamento.

E lembre-se: é essencial escutar com interesse a criança ou adolescente para poder ajudá-lo.

O Disque 100

O Disque Denúncia Nacional completou 7 anos em 2010 e já recebeu mais de 100 mil denúncias de violência contra crianças e adolescentes em todo o Brasil. Hoje são realizadas cerca de 80 denúncias diárias de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

Além de receber e encaminhar as denúncias, os profissionais do Disque 100 orientam como denunciar situações de desaparecimento, acionar outros órgãos de recepção de denúncias como os Conselhos Tutelares, acompanha e monitora cada denúncia além de fornecer informações e dados que podem subsidiar políticas públicas e ações de enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes.

O Disque 100 é vinculado ao Programa Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual, coordenado pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República e executado em gestão compartilhada com o Centro de Referência, Estudos e Ações sobre Crianças e Adolescentes (Cecria), em parceria com a Petrobrás.

Veja um balanço sobre as 100 mil denúncias já recebidas pelo Disque 100 .

Saiba mais sobre o Cecria no http://www.cecria.org.br/

A denúncia na Internet

As novas tecnologias trouxeram novas formas de exploração sexual. Por isso, foi criado um programa específico para aprofundar a temática da pornografia e da pedofilia na internet. O aprimoramento do fluxo de encaminhamento das denúncias pela rede mundial de computadores foi pactuado com a Polícia Federal e com a organização não-governamental SaferNet Brasil. Desta forma, foi criado um serviço online para a recepção e o encaminhamento de denúncias dessa natureza.

Saiba mais sobre este serviço no http://www.safernet.org.br/site/denunciar

Fonte: Disque 100: cem mil denúncias e um retrato da violência sexual infanto-juvenil, Secretaria Especial dos Direitos Humanos, 2009.