124672 pessoas já abraçaram esta causa clique aqui e entre nessa história.

ViraVida

Ações do Bem

Curso de Capacitação para Conselheiros Municipais da Senad

Curso de Capacitação para Conselheiros Municipais da Senad

A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas da Presidência da República (Senad) já está na terceira edição do Curso Prevenção ao uso indevido de drogas – Capacitação para Conselheiros e Lideranças Comunitárias .  A iniciativa promove a capacitação de conselheiros municipais e líderes comunitários na identificação de recursos comunitários para criação, articulação e o fortalecimento da rede de apoio local integrada. Disponibiliza também aos estudantes informações atualizadas acerca do consumo indevido de álcool e outras drogas e sua interface com a temática violência focalizando a prevenção numa perspectiva de direitos humanos. Atualmente 15.000 pessoas de todo território nacional participam do curso.

Saiba mais sobre Curso de Capacitação para Conselheiros Municipais da Senad

Site: http://www.conselheiros.senad.gov.br
Contato: (48) 3952-1900

 

Disque Denúncia – disque 100

Disque Denúncia – disque 100

O Disque Denúncia Nacional, ou Disque 100, é um serviço de proteção a crianças e adolescentes com foco em violência sexual da Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República. Trata-se de um canal de comunicação da sociedade civil com o poder público, que possibilita conhecer e avaliar a dimensão da violência contra crianças e adolescentes e o sistema de proteção, bem como orientar a elaboração de políticas públicas. Recebe/acolhe denúncias de violência contra crianças e adolescentes procurando interromper a situação de violação e encaminhando-as às instâncias cabíveis. O Disque 100 funciona 24 horas, inclusive aos fins de semana e feriados.

Desde o final de 2010, o serviço foi ampliado para denúncias envolvendo pessoas em situação de rua, idosos, população LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais) e pessoas com deficiência.

Saiba mais sobre Disque Denúncia – disque 100

Site: http://www1.direitoshumanos.gov.br/spdca/exploracao__sexual/Acoes_PPCA
Contato: (61) 2025.3536 / 3454 / 3106

 

Programa de Ações Integradas e Referenciais de Enfrentamento da Violência Sexual Infanto-Juvenil no Território Brasileiro – PAIR

Programa de Ações Integradas e Referenciais de Enfrentamento da Violência Sexual Infanto-Juvenil no Território Brasileiro – PAIR

O PAIR é uma metodologia de articulação e fortalecimento de redes de enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes. Sua finalidade é a criação e/ou o fortalecimento das redes locais por meio da implantação de ações integradas possibilitando a articulação e a integração dos serviços, associada à participação social na construção dos processos.

O PAIR tem como principais objetivos integrar políticas e desenvolver metodologias adequadas que possam ser disseminadas e replicadas. Uma das atividades mais extensas realizadas pelo PAIR é a capacitação da rede de proteção. Ela prevê o envolvimento de todos os segmentos da rede e do Sistema de Garantias dos Direitos (SGD) em sua operacionalização: profissionais das áreas da assistência, educação, saúde, justiça, segurança, trabalho, turismo, transporte, mídia e outras.

Saiba mais sobre Programa de Ações Integradas e Referenciais de Enfrentamento da Violência Sexual Infanto-Juvenil no Território Brasileiro – PAIR

Site: http://www1.direitoshumanos.gov.br/spdca/exploracao__sexual/Acoes_PPCA
Contato: (61) 2025.3536 / 3454 / 3106

 

Sistema Único de Assistência Social do MDS

Sistema Único de Assistência Social do MDS

O Sistema Único de Assistência Social (Suas) do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome é um sistema público que organiza, de forma descentralizada, os serviços socioassistenciais no Brasil. O Sistema é composto pelo poder público e sociedade civil, que participam diretamente do processo de gestão compartilhada. São dois tipos de proteção social.

A primeira é a Proteção Social Básica, destinada à prevenção de riscos sociais e pessoais, por meio da oferta de programas, projetos, serviços e benefícios a indivíduos e famílias em situação de vulnerabilidade social. A segunda é a Proteção Social Especial, destinada a famílias e indivíduos que já se encontram em situação de risco e tiveram seus direitos violados por ocorrência de abandono, maus-tratos, abuso sexual, uso de drogas, entre outros aspectos.

Saiba mais sobre Sistema Único de Assistência Social do MDS

Site: http://www.mds.gov.br/assistenciasocial/suas
Contato: 0800 707 2003

 

Programa Bolsa Família do MDS

Programa Bolsa Família do MDS

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda com condicionalidades, que beneficia famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza. Tem como objetivo assegurar o direito humano à alimentação adequada, promovendo a segurança alimentar e nutricional e contribuindo para a conquista da cidadania pela população mais vulnerável à fome.

A depender da renda familiar por pessoa (limitada a R$ 140), do número e da idade dos filhos, o valor do benefício recebido pela família pode variar entre R$ 22 a R$ 200. A gestão do Bolsa família é descentralizada e compartilhada por União, estados, Distrito Federal e municípios

Saiba mais sobre Programa Bolsa Família do MDS

Site: http://www.mds.gov.br/bolsafamilia
Contato: 0800 7072003

 

Escola que protege do MEC

Escola que protege do MEC

O projeto Escola que Protege (Eqp) é voltado para a promoção e a defesa dos direitos de crianças e adolescentes, além do enfrentamento e prevenção das violências no contexto escolar. A principal estratégia da ação é o financiamento de projetos de formação continuada de profissionais da educação da rede pública de educação básica, além da produção de materiais didáticos e paradidáticos nos temas do projeto.

Saiba mais sobre Escola que protege do MEC

Site: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=
Contato: (61) 2104-9469

 

Programa Mais Educação do MEC

Programa Mais Educação do MEC

O Programa Mais Educação aumenta a oferta educativa nas escolas públicas por meio de atividades optativas que foram agrupadas em macrocampos como acompanhamento pedagógico, meio ambiente, esporte e lazer, direitos humanos, cultura e artes, cultura digital, prevenção e promoção da saúde, educomunicação, educação científica e educação econômica.

Sua área de atuação foi demarcada inicialmente para atender, em caráter prioritário, as escolas que apresentam baixo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), situadas em capitais e regiões metropolitanas.

Saiba mais sobre Programa Mais Educação do MEC

Site: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=
Contato: (61) 2104-9469

 

Programa Saúde na Escola do MS

Programa Saúde na Escola do MS

O Programa Saúde na Escola (PSE) tem o objetivo de reforçar a prevenção à saúde dos alunos brasileiros e construir uma cultura de paz nas escolas. Está estruturado em quatro blocos.

O primeiro consiste na avaliação das condições de saúde, envolvendo estado nutricional, incidência precoce de hipertensão e diabetes, saúde bucal (controle de cárie), acuidade visual e auditiva e, ainda, avaliação psicológica do estudante.

O segundo trata da promoção da saúde e da prevenção, que trabalhará as dimensões da construção de uma cultura de paz e combate às diferentes expressões de violência, consumo de álcool, tabaco e outras drogas. Também neste bloco há uma abordagem à educação sexual e reprodutiva, além de estímulo à atividade física e práticas corporais.

O terceiro bloco do programa é voltado à educação permanente e capacitação de profissionais e de jovens. O último prevê o monitoramento e a avaliação da saúde dos estudantes por intermédio de pesquisas.

Saiba mais sobre Programa Saúde na Escola do MS

Site: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/profissional/visualizar_texto.
Contato: 0800 61 1997

 

Saúde do Jovem e Adolescente do MS

Saúde do Jovem e Adolescente do MS

No Portal Saúde o adolescente encontra informações voltadas para a promoção, proteção e recuperação da saúde de jovens e adolescentes. Entre os dados disponíveis, destacam-se aqueles sobre crescimento e desenvolvimento; saúde sexual e reprodutiva; e redução da mortalidade por violência e acidentes. Também estão disponíveis publicações e ações do Ministério da Saúde, com informações voltadas para este público, e links de acesso a instituições parceiras na elaboração de atividades que visam a atenção integral à saúde dos jovens.

Com a população bem informada, é possível reduzir a incidência de doenças, melhorar a vigilância à saúde e contribuir, assim, para a melhoria da qualidade de vida dos 54 milhões de cidadãos brasileiros com idades entre 10 e 24 anos.

Saiba mais sobre Saúde do Jovem e Adolescente do MS

Site: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/area.cfm?id_area=241
Contato: 0800 61 1997

 

Escola de Negócios Sociais Lua Nova

Escola de Negócios Sociais Lua Nova

Jovens mães entre 16 e 29 anos vítimas e potenciais vítimas de violência encontram apoio na Escola de Negócios Sociais Lua Nova, que funciona na cidade paulista de Sorocaba. A casa existe há dez anos e leva esperança e oportunidade a meninas-mulheres desabrigadas e também a seus filhos. Muitas delas estiveram em situação de drogadição, abuso sexual, prostituição, são ex-dententas ou passaram por violência familiar. De acordo com uma das coordenadoras da entidade, Pamela Coimbra, as jovens vão por vontade própria, por já conhecerem a proposta da Casa e não conseguirem mais morar na rua com seus filhos.

A proposta da Lua Nova, além de acolher estas jovens meninas é oferecer a elas projetos voltados para a geração de renda. O projeto Lua Crescente ensina panificação; Criando Arte é uma fábrica de costura e a Empreteira Escola, é uma empreiteira onde as meninas aprendem tudo sobre construção. “Assim que chega no abrigo, a jovem passa uma semana em cada projeto para escolher em qual mais se identifica”, diz Pamela. “Hoje já temos um condomínio com 14 casas que elas mesmas construíram e moram com seus filhos”. A coordenadora explica ainda que as jovens ainda recebem uma bolsa em que terão acesso quando saírem da casa.

Saiba mais sobre Escola de Negócios Sociais Lua Nova

Site: http://www.luanova.org.br
Contato: (15) 3327-5796 / 3234-5976 / 7811-5361

 

Escola de Conselhos de Pernambuco

Escola de Conselhos de Pernambuco

Mais de mil profissionais ligados a conselhos Tutelares e de Direitos da criança e do adolescente de Pernambuco já receberam capacitação diferenciada para prestar melhor atendimento em suas atividades. A proposta da Escola de Conselhos de Pernambuco é promover, constantemente, cursos, seminários e palestras com uma rica matriz curricular dando acesso aos participantes a novas discussões na área dos direitos da infância e do adolescente. “É uma maneira de integrar, num mesmo espaço, os conselheiros tutelares, os municipais de direito e os profissionais que integram o sistema de Garantia de Direitos para discutir, refletir e trocarem experiências, saberes e vivências de outras formas de sociabilidades”, explica o coordenador da Escola, Humberto Miranda.

Saiba mais sobre Escola de Conselhos de Pernambuco

Site: http://www.ufrpe.br
Contato: (81) 3320-6067

 

123 Alô!

123 Alô!

O serviço 123 Alô! é um canal de comunicação direta com as crianças e adolescentes realizado por meio de atendimento telefônico qualificado e gratuito. Oferece informações e orientações e incentiva a expressão do jovem: suas dúvidas, seus posicionamentos, suas emoções e dúvidas.

Quem está do outro lado da linha é um conselheiro capacitado para oferecer uma escuta profissional. “O 123 Alô! é gratuito, confidencial e não gera ligações de retorno”, diz a diretora Vânia Izzo de Abreu. Ela explica que em casos de violência, negligência ou abuso, o serviço encaminhará a situação aos órgãos competentes do Sistema de Garantia de Direitos, sempre que necessário.

O serviço, adaptado para a realidade brasileira pelo Instituto Noos, segue o modelo das childlines, que compõem a rede Child Helpline Internacional, que engloba mais de 150 países no mundo.

Saiba mais sobre 123 Alô!

Site: www.123alo.org.br
Contato: 0800 0 123 123

 

Pesquisa: a trajetória social da criança e do adolescente em situação de exploração sexual na rodoviária e setor comercial sul de Brasília

Pesquisa: a trajetória social da criança e do adolescente em situação de exploração sexual na rodoviária e setor comercial sul de Brasília

As violações dos direitos de crianças e adolescentes em situação de exploração sexual nas ruas da capital federal foi objeto de estudo pelo Violes, um grupo de pesquisa da Universidade de Brasília sobre violência, tráfico de mulheres, crianças e adolescentes no contexto da exploração sexual comercial, criado em junho de 2002. Entitulado “A trajetória social da criança e do adolescente em situação de exploração sexual na Rodoviária do Plano Piloto e Setor Comercial Sul de Brasília”, o estudo tem como base promover a voz da criança e do adolescente em situação de exploração sexual acerca do seu cenário e sua opinião com relação aos serviços de defesa dos seus direitos. Segundo a pesquisadora do Departamento de Serviço Social da UnB, Maria Lúcia Leal, por dois anos, o Grupo Violes acompanhou-os como sujeitos de voz ativa e não como meros objetos de pesquisa, “dando-lhes voz e não falando por eles”, diz a pesquisadora.O estudo pode servir de base para a elaboração de políticas públicas tanto a nível federal quanto distrital. Já foi apresentado em audiência pública no Plenário da Câmara Legislativa do DF, em abril de 2010.

Saiba mais sobre Pesquisa: a trajetória social da criança e do adolescente em situação de exploração sexual na rodoviária e setor comercial sul de Brasília

Site: http://www.noos.org.br
Contato: (61) 3107-5892

 

Mediação de conflitos como instrumento de superação de situações de violência

Mediação de conflitos como instrumento de superação de situações de violência

Jovens de regiões carentes do Distrito Federal e com perfil de liderança são incentivados pelo Centro Popular de Formação da Juventude – Vida e Juventude a realizar o curso de mediação de conflitos. A técnica contribui para o enfrentamento da violência de forma pacifica, por meio da qualificação do diálogo como instrumento importante para o restabelecimento das relações. A multiplicação dessa experiência é uma contribuição para a consolidação de uma cultura de paz, haja vista a melhoria da relação entre as pessoas, da capacidade de saber ouvir e falar.

Os jovens que participam do projeto conseguem ter outra visão acerca dos próprios problemas e até repensar seu projeto de vida pessoal e comunitário, contribuindo para diminuir a incidência de atitudes de violência no cotidiano. O Centro Popular de Formação da Juventude – Vida e Juventude é uma entidade popular criada por um grupo de pessoas comprometidas com as causas das comunidades pobres do DF e Entorno para ser instrumento de transformação social, contribuindo assim para a diminuição das desigualdades sociais.

Saiba mais sobre Mediação de conflitos como instrumento de superação de situações de violência

Site: http://www.vidaejuventude.org.br
Contato: (61) 3323-1954

 

Crescimento com Cidadania para Crianças e Adolescentes

Crescimento com Cidadania para Crianças e Adolescentes

O projeto inclui a temática do enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes nas discussões e áreas de responsabilidade social das empresas. O alvo são empresas impactantes em regiões específicas, como, por exemplo, a empresa Santo Antonio Energia, responsável pela construção da Usina Hidrelétrica de Santo Antônio, no Rio Madeira, que possui cerca de 13 mil trabalhadores no canteiro de obras. O trabalho é articular, integrar e sensibilizar as áreas de responsabilidade social corporativa na prevenção e enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes, como forma de política de recursos humanos. Também por meio do projeto foi realizada uma pesquisa sobre as áreas que recebem grandes obras de infra-estrutura e que concentram grandes índices de exploração sexual comercial de crianças e adolescentes incluindo a busca de nichos de mercados a serem trabalhados, e a realização de oficinas sobre o tema, com a participação de funcionários e colaboradores da empresa. O grupo também lançou a campanha contra a exploração sexual de crianças em âmbito nacional com a adesão de 24 empresas.

Saiba mais sobre Crescimento com Cidadania para Crianças e Adolescentes

Site: http://www.terradoshomens.org.br
Contato: (21) 2524-1073

 

Projeto O enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes: o papel da mídia

Projeto O enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes: o papel da mídia

Profissionais da mídia, fontes de informação, professores e estudantes de jornalismo que trabalham com temas relacionados à violência sexual contra crianças e adolescentes puderam receber capacitação especializada da Agência de Notícias dos Direitos da Criança (Andi). Por meio do projeto “O enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes: o papel da mídia”, a agência mobilizou uma série de atores e contribuiu para a qualificação do trabalho jornalístico da mídia nacional e internacional no tratamento do tema em questão. Além disso, em 2009 e 2010, onze cidades brasileiras receberam a equipe da Andi formada por um jornalista e um especialista em violência sexual, que realizaram oficinas de capacitação. Atualmente, o projeto apóia trabalhos universitários de conclusão de curso que tratam do tema com a disponibilização de uma bolsa mensal no período de seis meses. O projeto busca também oferecer aos atores da comunicação, pesquisadores e especialistas, novos instrumentos e conhecimentos para aprimorar o entendimento da matéria e a cobertura jornalística, ampliar a cobertura destinada pelos meios de comunicação à agenda do tema violência sexual contra crianças e adolescentes.

Saiba mais sobre Projeto O enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes: o papel da mídia

Site: http://www.andi.org.br
Contato: (61) 2102-6508

 

Rede Não Bata, Eduque

Rede Não Bata, Eduque

A Rede Não Bata, Eduque é formada por instituições e pessoas físicas e atua como movimento social para enfrentar a prática dos castigos físicos e humilhantes estimulando uma relação familiar respeitosa que garanta os direitos da criança à integridade física e psicológica e a seu pleno desenvolvimento como ser humano e cidadão. O projeto apóia a elaboração de políticas públicas e normas legais que proíbam e protejam integralmente crianças e adolescentes e a necessidade de criar e melhorar as bases formais e informais de apoio às famílias, de modo que possam exercer com qualidade a educação de seus filhos. Uma das ações da Rede foi criar a Campanha Não Bata, Eduque, que mobilizou sociedade civil, iniciativa privada e governo.

Saiba mais sobre Rede Não Bata, Eduque

Site: www.naobataeduque.org.br
Contato: (21) 3586-7892

 

JÁ - Jovem em Ação

JÁ - Jovem em Ação

O grupo JÁ- Jovem em Ação favorece momentos de conhecimento e aprofundamento pessoal, convívio fraterno e atitudes sociais para a melhoria da qualidade de vida de jovens adolescentes acima dos 15 anos. Por meio de reuniões periódicas, seja na instituição ou em locais neutros, como shoppings, parques, festas, eles trabalham momentos de convívio e aprofundamento pessoal e planejam e executam alguma atividade em prol de outras pessoas, como o Dia das Crianças num bairro carente. Com a entrada no projeto os jovens crescem na auto-estima, conceito e confiança e contagiam os jovens do bairro a pensarem outras oportunidades de vida. Atinge adolescentes da Vila Ferroviária, Conjunto Murilo Resende e adjacências. Bairros de Teresina (PI).

Saiba mais sobre JÁ - Jovem em Ação

Site: http://www.frateramores.blogspot.com
Contato: (21) 3586-7892